G.R.E.S. (Grêmio Recreativo Escola de Samba)

Ilha do Marduque

Fundação: 13/01/1977
Cores: Vermelho, Azul e Branco
Títulos: 2002

 

    

     No início dos anos 70 com a nova entrada para Ponte Internacional prolongou a BR 290, isolando, por uma cerca, o bairro Norte da cidade. A população satirizando o bairro, deu-lhe o nome de Ilha do Marduque, em alusão ao personagem de uma novela de rádio O EGÍPCIO, que a rádio Charrua apresentava com muito sucesso. Em 13 de janeiro de 1977, um grupo de amigos ligados ao futebol varzeano, resolvem fundar uma agremiação carnavalesca para brincar no carnaval.
     Para a agremiação carnavalesca, foi lhe escolhido o nome de ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DA ILHA DO MARDUQUE, primeira denominação do bairro, que seria mais tarde oficializado pelo poder Legislativo como bairro MASCARENHAS DE MORAIS, em homenagem ao Marechal Comandante das Forças Expedicionárias na 2ª Guerra Mundial.

 

     Sem infra-estrutura e com dificuldades essa escola, à principio, se apresentou na Avenida do Samba, sem um enredo propriamente dito, com fantasias simples e variadas, alas em confecção de estopa, uma vaca alegórica feita de saco de aniagem, com dois homens dentro dando-lhe movimento, girando de um lado e outro da Avenida, aterrorizando as criancinhas; no meio daquela pantomima carnavalesca, outras alegorias bizarras se apresentavam, como: avestruzes e cavalinhos inseridas no próprio corpo dos foliões e uma bateria com poucos instrumentos. Em vista disso, ficou conhecida, não como uma escola de samba, mas como o Bloco da Vaca. A Escola foi crescendo aos poucos com o apoio e integração dos moradores do próprio bairro. Tinha sua primeira sede num chalé de madeira em terreno alugado, na travessa 15, onde realizavam, no dias de carnaval, bailes infantis com som mecânico. Teve sua escola mirim que atuou de 1981 a 1983 sob a presidência de Elder Câncio da Silva.

 


Carnavais

Ano Enredo Classif. Grupo Letra MP3
1978 Riquezas do Brasil 2
1979
1980 Ismália - Inspiração de um Poeta
1981 Nosso Café
1982 Os Deuses e a Oitava Maravilha
1983 Da Magia de Uma Novela ao Pseudônimo Ilha do Marduque 2
1984 Os Loucos Anos 20 1
1985 A Lenda do Uru-ayy - O Rio dos Pássaros 1
1986 Brasil, Brasil, Brasil 1
1987 O Admirável Mundo dos Sonhos 1
1988 A Escola de Samba Não Desfilou - - - -
1989 Aos Cem Anos da República 1
1990 A Escola de Samba Não Desfilou - - - -
1991 Não Houve Desfile Oficial - - - -
1992 No Reino da Utopia 1
1993 Poderá Ser Assim 1
1994 Da Estopa ao Auge do Brilho 1
1995 O Universo das Cores 1
1996 A Salamanca do Jaraú
1997          
1998 O Que Há Com o Oriza Sativa 1    
1999 De Fio em Fio Se Mata o Frio 1    
2000 O Marco Majestático da Socyalite        
2001 Yemanjá - A Deusa do Mar e Seus Encantos 1    
2002 Lua, a dama da noite, no jubileu de prata 1    
2003 Na Alquimia dos Egípcios – Os Quatro Elementos 1    
2004 No Sonho de Momo, O Encontro da Oitava Maravilha do Mundo (O Carnaval) 1    
2005 Água: Preservar é Viver 1 Letra 2005  
2006 Na luta do bem contra o mal, a esperança de um futuro melhor 1 Letra 2006  
2007 Brasilidade, um estado de espírito, um sentimento de amor 1 Letra 2007  
2008 2100, Uma Louca Viagem ao Futuro 1 Letra 2008  
2009 A Ilha guerreira canta África, mãe de todos os povos. Axé minha mãe 1 Letra 2009  
2010 Maktub... Minha sorte escrita nas estrelas 1 Letra 2010  
2011 O Sonho do Beija-Flor 1
2012 Franciscos... Carinhosamente “Chicos”. Orgulhosamente Brasileiros! 1
2013 Raízes 1
2014 Terra, Vida e Esperança 1
2015 A Missa dos Quilombos 1
2016 A Dança das Almas 1
2017 Fé e Ritual: 40 Anos de Devoção ao Carnaval 1